Logo Lógico Cursos e Aliados

10 escolas literárias que podem cair no ENEM

A literatura, assim como outras artes, é sempre fruto de um contexto histórico e social. Conheça agora 10 importantes escolas literárias que podem cair no Exame Nacional do Ensino Médio e suas características.

 

QUINHENTISMO - A primeira escola literária brasileira teve suas primeiras obras escritas logo no início da colonização portuguesa. Como o Brasil ainda não tinha uma identidade cultural, os textos recebiam grande influência da literatura europeia e não eram ligados ao povo brasileiro, mas, ao contrário, serviam para explicar o Brasil aos europeus. A carta de Pero Vaz de Caminha eos textos de José de Anchieta são os principais exemplos dessa escola.


BARROCO - Conhecido por ser o estilo usado na construção de diversas igrejas no Brasil e no mundo, o Barroco foi uma manifestação artística que também teve sua vertente literária. As obras são caracterizadas pelo estilo rebuscado, o uso de linguagem culta e o jogo de palavras e ideias. Gregório de Matos e Padre Antônio Vieira são alguns dos escritores barrocos mais conhecidos.


ARCADISMO - Essa escola literária surgiu em uma época de instabilidade política no Brasil e no mundo. Se desenvolve no contexto das revoluções industrial e francesa e na independência dos EUA. No Brasil, a inconfidência mineira teve participação dos escritores árcades, como Tomás Antônio Gonzaga, Alvarenga Peixoto e Cláudio Manuel da Costa e Tiradentes. As principais características do estilo são a valorização da natureza, de uma vida simples e da vontade de viver o presente. Como também veio para romper com a arte barroca, é marcada por frases simples, claras e diretas.


ROMANTISMO - Gonçalves Dias (Canção do Exílio), José de Alencar (Senhora, O Guarani) e Visconde de Taunay (Inocência) são três nomes que marcaram essa escola literária. O Romantismo é marcado pela liberdade de criação, o nacionalismo, o historicismo, o medievalismo, as tradições populares, o individualismo e o egocentrismo, o pessimismo, o escapismo e a crítica social.


REALISMO - Ao contrário do Romantismo, o Realismo é marcado por cenários urbanos e a natureza não é mais vista como um reflexo dos sentimentos, mas sim do ambiente social. O amor é retratado de forma irônica e o casamento como um meio de ascensão social. Dom Casmurro, de Machado de Assis, é uma das obras mais consagradas dessa corrente.


NATURALISMO - Apesar de apresentar semelhanças com o Realismo, que valoriza o contexto social dos personagens, o Naturalismo vê o homem como produto de forças.


PARNASIANISMO - Em oposição ao Realismo e Naturalismo, o Parnasianismo surgiu na França como um movimento essencialmente poético. Preza o uso da arte pela arte, sem obrigação de retratar a realidade, a objetividade, a forma, o racionalismo e a impessoalidade.


SIMBOLISMO - No Brasil, Eugênio de Castro e Cruz e Sousa são alguns dos maiores nomes dessa corrente. É marcado pelo resgate de valores do romantismo, como a valorização do sonho e dos mistérios da morte, em contraposição ao racionalismo parnasiano.


MODERNISMO - Movimento artístico inaugurado na Semana de Arte Moderna de 1922, o Modernismo é representado na literatura por nomes como Oswald de Andrade, Mário de Andrade e Manuel Bandeira. É marcada por uma visão nacionalista, porém crítica, da sociedade brasileira e propõe o fortalecimento da identidade brasileira nas manifestações artísticas.



MÍDIAS SOCIAIS

SAIBA O QUE ACONTECE NO LÓGICO CURSOS ALIADOS

QUARTEL GENERAL

Lógico Cursos Aliados
Av. Alberto Maranhão, 942
Tirol, Natal/RN

CANAIS DE COMUNICAÇÃO

+55 (84) 3201-3217
contato@logicocursosaliados.com.br

INFORMAÇÕES

SIGA-NOS

Facebook
Instagram