Logo Lógico Cursos e Aliados

Balanço da Redação do Enem 2015

104 candidatos atingiram a nota máxima e 53 mil obtiveram nota zero

No dia 11 de janeiro o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, concedeu uma entrevista coletiva acerca dos números do ENEM 2015 e realizou, assim, um balanço geral do Exame Nacional do Ensino Médio.

Em relação a proposta de redação, cujo tema foi “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”, o Ministério da Educação revelou que apenas 104 candidatos atingiram a nota máxima, ou seja, mil pontos; no outro extremo, 53 mil pessoas obtiveram nota zero.

As razões que levaram a esta quantidade de zeros não foram divulgadas, mas com certeza dentre elas estão fuga ao tema da proposta de redação, fuga ao tipo textual requerido, a dissertação-argumentativa, impropérios propositais e argumentos que tentam comprovar que não há violência contra a mulher no Brasil.

Um dado que chamou a atenção do Ministério da Educação e dos cidadãos que acompanham o ENEM foi o de 55 redações que continham relatos “contundentes”, segundo Aloizio Mercadante, de episódios de violência contra a mulher testemunhados ou vividos pelas candidatas. Diante de tal fato, o Ministério Público e a Secretaria de Políticas para as Mulheres foram acionados e a decisão tomada foi a de não entrar em contato com essas mulheres e sim fornecer orientações públicas, como incentiva as denúncias anônimas pelo telefone 180.

Apesar de ser um fato horrível, levando em consideração a avaliação em si, ficamos pensando se essas 55 redações eram relatos integrais ou misturados com trechos dissertativos-argumentativos e que notas eles obtiveram, já que se forem relatos integrais, houve fuga do tipo textual e as notas deveriam estar na pontuação zero. Infelizmente, esse dado não foi divulgado na entrevista coletiva.

Já a grande maioria dos candidatos, mais de 1,9 milhão de participantes, obteve notas entre 501 e 600 pontos, ou seja, ficaram na faixa de nota considerada razoável. Por outro lado, 38% dos candidatos atingiram, no máximo, os 500 pontos, isto é, 2.212.460 pessoas ficaram abaixo da média. Isso significa que, infelizmente, um número maciço de redações foram fracas e ruins e, portanto, não conseguiram alcançar a autoria e a autonomia que um exame como o ENEM requer de uma redação.

O que nos causa certa estranheza é esta distribuição de notas entre as faixas de pontuação, já que nos grandes vestibulares como o da FUVEST, VUNESP e UNICAMP as notas são mais bem distribuídas entre as faixas de nota e não há extremos tão significativos como o balanço da redação do ENEM. Talvez isso ocorra devido à maior abrangência do Exame Nacional do Ensino Médio, mas seria interessante se o Ministério da Educação explicasse esse fato melhor aos professores de todo o país.

 

Fonte: infoEnem



MÍDIAS SOCIAIS

SAIBA O QUE ACONTECE NO LÓGICO CURSOS ALIADOS

QUARTEL GENERAL

Lógico Cursos Aliados
Av. Alberto Maranhão, 942
Tirol, Natal/RN

CANAIS DE COMUNICAÇÃO

+55 (84) 3201-3217
contato@logicocursosaliados.com.br

INFORMAÇÕES

SIGA-NOS

Facebook
Instagram