Logo Lógico Cursos e Aliados

Nervosismo no Enem

A carioca Joana Morais sempre foi ótima aluna, treinava aplicadamente nos simulados e já havia até passado no vestibular para a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) como treineira, no segundo ano do ensino médio. Pois na hora H, em 2014, ao sentar para fazer a prova que realmente contava, se desesperou e derrapou. Teve tremedeira, vontade de vomitar, foi várias vezes ao banheiro e saiu da sala deixando em branco mais de 20% das questões. “Não sei o que me deu. Entrei e comecei a tremer”, conta Joana, hoje com 20 anos e aluna da PUC. “Meu sonho era a UFRJ e podia ter entrado. Mas tinha tamanha expectativa que fui reprovada por mim mesma”, analisa.

“Quando o estudante está nervoso, não adianta nada ficar falando para se acalmar. Isso só vai deixá-lo mais nervoso ainda”, explica Felipe Rossi, vice-diretor do Colégio e Curso A a Z. “É preciso haver uma estratégia para lidar com o nervosismo. Nossa orientação é que o aluno mentalize as coisas que ele aprendeu. Que repasse o conteúdo que domina e pare de pensar no que não sabe”. Segundo Rossi, casos como o de Joana, ex-aluna do A a Z, costumam ocorrer antes do começo da prova, quando o estudante está sozinho na sala, à espera da entrega do exame. “Neste momento passa tudo na cabeça. Eu só pensava em química, meu terror”, lembra Joana.

A psicanalista e orientadora educacional Claudia Gindre explica que extremos de nervosismo na hora da prova são mais comuns do que se imagina. “O maior motivo de reprovação é tensão. Temos reforçado muito o treinamento emocional da garotada”, completa. “O estudante precisa ter em mente que aquilo ali é só uma prova. Não é a existência dele, nem seus valores, que estão sendo testados”, ressalta.

 

Fonte: Veja



MÍDIAS SOCIAIS

SAIBA O QUE ACONTECE NO LÓGICO CURSOS ALIADOS

QUARTEL GENERAL

Lógico Cursos Aliados
Av. Alberto Maranhão, 942
Tirol, Natal/RN

CANAIS DE COMUNICAÇÃO

+55 (84) 3201-3217
contato@logicocursosaliados.com.br

INFORMAÇÕES

SIGA-NOS

Facebook
Instagram